EASA e ANAC orientam sobre período pós vacinação de tripulantes

A EASA - Agência de Segurança da Aviação da União Europeia, com o objetivo de abordar de maneira mais padronizada as vacinações para tripulantes, recomenda aos vacinados que aguardem 48h, após a aplicação de cada dose do imunizante, para retornarem ao serviço de voo.

Lançado no dia 25 de março, o Boletim de Informações de Segurança da EASA descreveu os períodos de espera de vacina recomendados para operadores, centros aeromédicos, examinadores aeromédicos (AME), tripulações aéreas e outras autoridades.

A EASA observou que vários países adotaram abordagens diferentes para priorizar a vacinação, incluindo a colocação de serviços médicos de emergência em helicópteros e serviços de ambulância aérea nas primeiras categorias.


A agência também comentou que esse intervalo de espera pode ser estendido para 72 horas aos tripulantes em operações com apenas um piloto (single pilot); além de aconselhar os membros da tripulação a entrarem em contato com seus AME's.


No mesmo sentido, em ofício encaminhado às Clínicas Médicas Credenciadas e Serviços Médicos de Operadores Aéreos, a ANAC informou ontem (31) que tripulantes vacinados devem permanecer 48h afastados de atividades aéreas após aplicação de cada dose do imunizante. Além disso, explicou que em operações com apenas um piloto, esse intervalo de tempo deve ser de 72 horas.

© 2021 - ASAGOL

Parceiros: