ASAGOL pede celeridade na vacinação dos aeronautas

Entidades enviaram ofício conjunto ao Ministério da Saúde


Com o propósito de demonstrar para o Ministério da Saúde a urgente necessidade de início de vacinação contra a COVID-19 dos aeronautas, a ASAGOL, com o apoio da ABRAPAC - Associação Brasileira dos Pilotos da Aviação Civil Condutores de Avião, ATL – Associação dos Tripulantes da LATAM Brasil, AOPA BRASIL – Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves, ABTAER - Associação Brasileira de Empresas de Táxi Aéreo e Manutenção de Produtos Aeronáuticos, SBMA – Sociedade Brasileira de Medicina Aeroespacial, TOTAL Linhas Aéreas S/A e VOEPASS Linhas Aéreas, encaminhou na data de ontem, 28/04, ofício direcionado ao Ministro Marcelo Queiroga, solicitando a adoção de medidas que autorizem e viabilizem o início da vacinação dos referidos profissionais, mediante ampla exposição de questões relacionadas à saúde dos tripulantes e os requisitos exigidos para a manutenção da validade do Certificado Médico Aeronáutico.

Apesar dos aeronautas estarem inclusos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19 como grupo prioritário, até o presente momento ainda não se tem expectativa ou previsão para o início da vacinação.

Desde o mês de dezembro de 2020 (confira: bit.ly/2R4QnUZ), a ASAGOL tem entrado em contato com o Ministério da Saúde e Secretarias de Saúde Estaduais para solicitar a estimativa de previsão para a referida vacinação. Contudo, entendemos que no atual momento se faz necessário um direcionamento no sentido de viabilizar condições para que os profissionais sejam devidamente imunizados de maneira célere.



Tal pedido encontra respaldo em recomendações internacionais, onde por meio de Declaração Conjunta especial, a OMS - Organização Mundial da Saúde, em conjunto com a ICAO - Organização da Aviação Civil Internacional, OIT - Organização Internacional do Trabalho e IMO - Organização Marítima Internacional, reiteraram em recente apelo que os tripulantes aéreos sejam efetivamente priorizados na vacinação.


No mesmo sentido, a IFALPA - Federação Internacional de Associações de Pilotos de Linha Aérea em conjunto com a ITF - Federação Internacional dos Trabalhadores em Transporte, publicaram Declaração Conjunta pedindo que os profissionais da aviação sejam vacinados contra COVID-19, considerando o fato de que outros grupos prioritários e vulneráveis já receberam a devida proteção.

Seguindo nosso compromisso maior com o bem-estar dos tripulantes, tão logo tenhamos um posicionamento sobre a vacinação dos aeronautas informaremos em nossos canais de comunicação.