ABRAPAC realiza encontro para debater perigo baloeiro


Caro(a) Associado(a),


A ABRAPAC promoveu no último dia 25/04 um encontro entre aeronautas, empresas e Polícia Militar Ambiental que debateu o atual estágio do Perigo Baloeiro no Brasil, um ano após o rebaixamento do espaço aéreo do país pela IFALPA (saiba mais aqui).


Durante o evento, no qual estiveram presentes representantes da Polícia Militar, da ABEAR, do SNA e das Associações ABRAPAC, ASAGOL e ATT, foram apresentadas pesquisas e dados técnicos que apontaram o risco ao qual as aeronaves são submetidas pela soltura de balões, bem como as ações sendo realizadas pelos órgãos públicos, empresas e aeronautas para mitigá-las.


Com enfoque no policiamento e coibição da prática, o Coronel Alberto Sardilli, representando a Polícia, trouxe aos presentes dados de investigação, inteligência e combate que apontaram terem sido apreendidos somente nos quatro primeiros meses de 2017 mais artefatos do que em todo o ano de 2016. Ao todo mais de 32 balões foram apreendidos antes de serem soltos, gerando multas que somadas atingiram R$ 290 mil.


Por parte dos aeronautas, o Cmte.. Rodrigo Bertacini, Vice-presidente da ABRAPAC, e o Sr. Alfredo Menquini, Gestor de Safety da associação, apresentaram as mais recentes pesquisas técnicas sobre Perigo Baloeiro, denotando o enorme risco gerado às operações aéreas.


O encontro serviu ainda para aproximar aeronautas, empresas e órgãos públicos visando o combate à prática, permitindo que trabalhem de forma conjunta no desenvolvimento de estratégias e ações voltadas à conscientização para o risco da soltura de balões e sua mitigação.


Diretoria da ASAGOL