737 MAX: Boeing espera para dezembro nova certificação

A Boeing informou em um comunicado feito esta semana que espera realizar até o fim de dezembro o voo de certificação do 737 MAX pela FAA.


A fabricante também acredita ser possível que as entregas de aeronaves para os clientes sejam retomadas no mesmo mês, mas ressalta que a volta às operações dependerá dos órgãos reguladores de cada país, que têm acompanhado de perto as mudanças feitas no avião e nos requerimentos de treinamento.


"Enquanto a FAA e outras autoridades regulatórias irão determinar o timing da certificação e retorno às operações comerciais, a Boeing continua a ter como meta a certificação pela FAA das atualizações do software de controle de voo durante este trimestre”, disse a fabricante.

Mudanças no software


Veja quais são os níveis adicionais de segurança, conforme divulgados pela Boeing:


Os sistemas de controle de voo irão comparar as informações de ambos os sensores de AOA, e em caso de divergência de 5.5 graus ou mais (com os flaps recolhidos) o MCAS não irá ativar. Os pilotos serão alertados por meio dos displays na cabine.
Quando o MCAS ativar em condições "non-normal", ele irá atuar uma única vez para cada evento de AOA elevado. Não existem situações conhecidas ou vislumbradas de falha onde o MCAS irá atuar com múltiplos ajustes.
O MCAS jamais poderá comandar um ajuste de estabilizador maior do que aquele que os pilotos possam contrapor puxando a coluna do manche. Os pilotos continuarão podendo sobrepujar o MCAS e controlar manualmente a aeronave.

Fonte: http://www.boeing.com/commercial/737max/737-max-software-updates.page#/overview


Retorno ao voo


Além de suas expectativas para a certificação do 737 MAX, a Boeing também informou os próximos passos nesse processo. São eles:


Avaliação de carga de trabalho dos pilotos pela FAA, realizada em simulador. O objetivo é analisar fatores humanos e carga de trabalho sob diversas condições de teste.
Voo de certificação pela FAA.
Envio final para a FAA da documentação e demais itens necessários para o processo de certificação.
Avaliação em simulador realizada pela equipe examinadora composta por vários órgãos reguladores internacionais, quando pilotos dessa equipe realizarão sessões para validar os requerimentos de treinamento.

Fonte: https://boeing.mediaroom.com/news-releases-statements?item=130556


Fique atento ao processo de certificação e retorno ao voo do 737 MAX, acompanhe as informações em nosso site e redes sociais.

© 2019 Associação dos Aeronautas da GOL - ASAGOL

Av. Washington Luís, 6817, sala 22, Santo Amaro, São Paulo-SP

Telefone: 11 5533-4197 | WhatsApp: 11 97691-6599 

Parceiros: