Mesa redonda debate instalação de câmeras no cockpit


Caro(a) Associado(a),


A Frente Parlamentar dos Aeronautas (FPAer) promoveu na manhã da terça-feira (11/04) uma mesa redonda que debateu a proposta da ICAO para instalação de câmeras nos cockpits das aeronaves com peso máximo de decolagem superior a 27t.


Durante o evento, que contou com a participação dos Cmtes. Adriano Castanho (SNA), Raul Bocces (SNA e ASAGOL) e Ronaldo Jenkins (ABEAR), foram respondidas perguntas feitas pelo público e pela mídia, bem como expressada a opinião dos aeronautas e das empresas aéreas a respeito do tema.


Conforme destacado pelo Cmte. Adriano Castanho, os tripulantes preocupam-se com três aspectos principais envolvidos na captação de imagens dos pilotos:


• Fator Humano: a influência das filmagens no comportamento dos profissionais, podendo prejudicar a tomada de decisão e as ações, especialmente em situações de emergência; • Investigação de incidentes e acidentes: a subjetividade na análise das imagens; • Atos ilícitos: a possibilidade da captação de imagens instigar atos ilícitos por pessoas que poderiam pensar nas câmeras do cockpit como uma forma de registrar e expor ao público suas ações e ideologias (ex: grupos terroristas).


Os aeronautas também questionaram a necessidade do uso de imagens ante o amplo campo ainda a ser explorado através da captação de dados via FDR, bem como sua análise cruzada com os parâmetros de voz do CVR, posicionamento que alinha-se com o da IFALPA (International Federation of Air Line Pilots´ Associations) e foi corroborado pelo Cmte. Ronaldo Jenkins, representando as empresas aéreas.


Segundo o Cmte. Jenkins há ainda que se considerar o fator custo x benefício, tendo em vista os atuais recursos disponíveis para coleta de dados e sua eficácia já testada, além do campo para expansão da tecnologia atualmente empregada, frente ao investimento que seria necessário para a instalação de câmeras na frota mundial a partir de 2023.


Diante de todas essas questões, aeronautas e empresas são uníssonos ao se expressarem contrários à instalação das câmeras nas cabines de comando, e esperam que a ANAC, responsável por definir o posicionamento do Brasil perante a ICAO, atente-se às suas ponderações.


No próximo dia 27 de abril o SNA e as associações ABRAPAC, ASAGOL e ATT irão se reunir com ANAC e CENIPA para mais uma rodada de debate sobre o tema, antecedendo o envio do parecer final da agência reguladora brasileira para a ICAO.


A ASAGOL segue atenta à questão, e manterá todos informados de seus desdobramentos através de seus veículos de comunicação.


Diretoria da ASAGOL

© 2019 Associação dos Aeronautas da GOL - ASAGOL

Av. Washington Luís, 6817, sala 22, Santo Amaro, São Paulo-SP

Telefone: 11 5533-4197 | WhatsApp: 11 97691-6599 

Parceiros: